IV Encontro Nacional de Acessibilidade Cultural

O Encontro Nacional de Acessibilidade Cultural – ENAC é uma iniciativa do Curso de Especialização em Acessibilidade Cultural, desenvolvido pelo Departamento de Terapia Ocupacional e o Fórum de Ciência e Cultura – FCC da Universidade Federal do Rio de Janeiro –UFRJ. A iniciativa tem tido o apoio do Ministério da Cultura – MinC. Em sua quarta edição, a proposta do ENAC é dar continuidade a sua missão: divulgar e aproximar experiências, iniciativas, parceiros e instituições que atuem em prol da cultura acessível; promover reflexão sobre a cidadania cultural da pessoa com deficiência e fomentar intercâmbios e redes.

O IV ENAC acontecerá entre os dias 1º a 10 de setembro de 2016. A programação proposta envolve a realização de oficinas, rodas de conversa, mesas redondas, exposição de pôster dos trabalhos científicos produzidos pelos discentes das duas turmas da pós-graduação e a realização do evento Sencity em parceria com o MAM-SP. Entre os locais estão o Colégio Brasileiro de Altos Estudos – CBAE/UFRJ no Flamengo, Casa da Ciência – UFRJ em Botafogo e Laboratório de Tecnologia Assistiva e Museu da Geodiversidade na Cidade Universitária na Ilha do Fundão, Museu Nacional/UFRJ na Quinta da Boa Vista. Outras atividades serão realizadas com os nossos parceiros como no Cinema Nosso, na Lapa.

Para saber mais sobre o ENAC clique aqui.

Aguardamos você!

PROGRAMAÇÃO

Para mais informações sobre cada atividade e suas inscrições, basta clicar nos links em laranja.

OFICINAS DE ACESSIBILIDADE CULTURAL
1º a 9 de setembro de 2016

Dirigidas a um público distinto e com carga horária especifica, as 16 oficinas oferecidas durante o IV ENAC, têm como objetivo sensibilizar e capacitar os participantes em diferentes conteúdos e tecnologias que auxiliam na promoção da cidadania cultural da pessoa com deficiência.

Para possibilitar a participação de forma ampliada, os interessados devem se inscrever em apenas duas oficinas da programação, indiferente de sua participação no seminário.

Recursos de acessibilidade: mediação em libras.

SEMINÁRIO DE ACESSIBILIDADE CULTURAL – ENAC
5 e 6 de setembro de 2016
Salão do Colégio Brasileiro de Altos Estudos – CBAE/UFRJ
Av. Rui Barbosa, 762 – Flamengo

Nas edições anteriores, o ENAC se concentrou na realização do Seminário. Na segunda edição, realizada em maio de 2014 na cidade de Natal/RN em parceria com a UFRN e com o Encontro Nacional de Pontos de Cultura – TEIA Nacional, oferecemos uma grade de oficinas que proporcionou capacitação aos interessados. Neste ano reduzimos o tempo do seminário para propor outras atividades, incluindo este ano, as rodas de conversa.
O seminário do IV ENAC propõe alguns temas que ainda não havíamos oferecido aos participantes, ao mesmo tempo, mantêm alguns para continuarmos aprofundando as questões da acessibilidade cultural para pessoas com deficiência, a partir de novas e antigas vozes.

Recursos de acessibilidade: legendagem em tempo real, tradução e interpretação em libras e audiodescrição

CONFERÊNCIAS
5 e 8 de setembro de 2016
Salão do Colégio Brasileiro de Altos Estudos – CBAE/UFRJ
Av. Rui Barbosa, 762 – Flamengo

Deficiência, Discriminação e Igualdade, com Izabel Maior/UFRJ
Dia 5, segunda-feira, 10h45

Arte e acessibilidade cultural, com Betty Siegel/Diretora do VSA (Very Special Arts) e de Acessibilidade no The John F. Kennedy Center for the Performing Arts
Dia 8, quinta-feira, 9h

Recursos de acessibilidade: legendagem em tempo real, tradução e interpretação em libras e audiodescrição

RODAS DE CONVERSA

A proposta das rodas de conversa no IV ENAC tem como objetivo fomentar provocações das experiências dos provocadores e apontar desafios e possibilidades. Cada convidado terá de 5 a 10 min para colocar suas impressões sobre o tema. Depois será aberto para que os participantes inscritos apresentem suas questões iniciando assim o debate e a troca de informações, experiências e reflexões, através de um diálogo horizontal entre os convidados provocadores e o público inscrito interessado no tema.

PROGRAMAÇÃO CULTURAL

Diversas manifestações culturais e linguagens artísticas integram a programação do IV ENAC.
Um Pé de Poemas e Livros Acessíveis, atividade de mediação de leitura coordenada pelo Pontão de Cultura TEAR, nos dará os frutos da acessibilidade de fruição estética da poesia escrita logo no primeiro dia.
Então, até o dia 7, contaremos com a exposição de Pôsteres Científicos dos trabalhos de conclusão de curso das duas turmas da Especialização em Acessibilidade Cultural da UFRJ.
No dia 2 realizaremos uma sessão do cineclube ENAC na Casa da Ciência da UFRJ que exibirá o longa Mutum.
No dia 6 abrigaremos a instalação Acessibilidade High Tech, desenvolvida no Núcleo de Computação Eletrônica da UFRJ e uma mostra da exposição O Mar Brasileiro na Ponta dos Dedos, do Museu Nacional/UFRJ.
No dia 8 lançaremos o livro Acessibilidade Cultural no Brasil: narrativas e vivências em ambientes sociais.
Passaremos o dia 9 na Quinta da Boa Vista, quando seremos guiados por uma história deste parque municipal e também em uma visita acessível pelo Museu Nacional.
Por fim, o IV ENAC se encerrará com a realização da Sencity UFRJ, primeira edição carioca deste evento multissensorial de conexão entre surdos e música, criado na Holanda e difundido internacionalmente. Pista de dança vibratória, aromas jóqueis, food jóqueis e diversas outras atrações que só sentindo, não dá pra explicar.

Confira a programação cultural, os endereços, os recursos de acessibilidade disponíveis e faça sua inscrição.

Baixe aqui o mapa de programação.

Anúncios

19 comentários sobre “IV Encontro Nacional de Acessibilidade Cultural

    • Olá Valmir, as inscrições para o ENAC são gratuitas, o link para inscrição está embaixo da programação. O programa é bem interessante, porém a programação está fechada. Nos envie um e-mail para o infoenac.ufrj@gmail.com com mais informações sobre o Giro Inclusivo, para entendermos mais e enviar para a coordenação do seminário. Grata

      Curtir

  1. Boa tarde!
    Tenho interesse em me inscrever no ENAC, sou arquiteto e terminei um curso de pós-graduação em Pedagogia Bilingue no Departamento de Ensino superior do Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES), meu artigo como trabalho final foi ambiente bilingue e redesenhando o INES, onde propus a acessibilidade de caderantes e cegos. Sou pai, sogro e avô de surdos, meu genro e filha são professores universitários. Meu e-mail é: abcalbuquerque@hotmail.com. Desde já agradeço a atenção dispensada.
    Alexandre Albuquerque

    Curtir

  2. Bom dia !
    Me chamo Patricia Moreno, nao tive resposta quanto a minha inscrição no Seminário. Hoje vim aqui deixar o recado e vejo que aconteceu o mesmo com várias pessoas. Fiquei tensa!
    Apenas o pessoal da oficina ver não ver me havia escrito pois me inscrevi na oficina que era apenas para cegos congênitos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s