Sinais na Arte, com Daina Leyton e Leonardo Castilho

Por meio da apresentação de ações do MAM realizadas na língua brasileira de sinais, a oficina traz a experiência da libras em seu potencial poético, expressivo e performático.
Dia 7, quarta-feira, de 9h às 12h
Salão 2 – Colégio Brasileiro de Altos Estudos – CBAE/UFRJ
Público alvo: Pessoas interessadas em língua de sinais e cultura surda

Daina Leyton é educadora e psicóloga . Atualmente coordena o educativo a acessibilidade do Museu de Arte Moderna de São Paulo. Com vasta experiência em educação, formação cultural e promoção de saúde, idealiza e desenvolve projetos culturais para públicos diversos que buscam a sensibilização e a tomada de consciência para uma vida em uma sociedade pluralista

Leonardo Castilho é artista, performer, educador e produtor cultural. Ex-Diretor de Cultura da Associação de Surdos de São Paulo – ASSP, desde 2005 trabalha no setor Educativo do Museu de Arte Moderna de São Paulo, onde atualmente atua como produtor de Acessibilidade, assistente e professor de Performance do Programa Igual Diferente. Desde 2008 é integrante do Corposinalizante – grupo de pesquisa e produção de arte, aberto à jovens surdos e ouvintes que se interessam pela Língua Brasileira de Sinais. Este projeto recebeu alguns prêmios, como o 1º lugar no Prêmio Darcy Ribeiro 2009 (IPHAN/MinC). MC do Slam do Corpo.

Vagas: 20

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s